Gestão de crises nas redes sociais: 4 passos para evitar!

gestao de crise redes sociais

Começo nesta semana uma série de artigos para falar sobre gestão de crises nas redes sociais. Hoje, eu vou começar com o básico e, posteriormente, vou aprofundando sobre o assunto. Quer aprender um pouco sobre este tema? Então, venha comigo!

O que é gestão de crise?

Gerenciamento de crise, de forma objetiva, é o processo por meio do qual uma organização lida com um problema inesperado, que pode prejudicar sua imagem e/ou causar danos à organização.

Como evitar que uma crise se instaure?

Em geral, não há fórmula mágica para isso. Mas é preciso adotar um conjunto de práticas para investigar possíveis riscos e gerenciá-los antes que uma crise se instaure.

Por que se preocupar com crises nas redes sociais?

Mais do que nunca, é preciso encarar o ambiente digital como um espaço importante de geração de informação e conhecimento. Na web, as informações orientam decisões estratégicas dentro de uma organização e, é justamente, por isso, que é preciso ficar atento, qualquer informação pode viralizar de forma imediata e influenciar inúmeras pessoas.

Qual é o poder da web hoje?

A comunicação 2.0, de acordo com o pesquisador David Monteiro,  é um novo instrumento para definir valores, promover relações, estabelecer novos canais, encontrar novos influenciadores e criar confiança. A forma como atua hoje, pode ditar o sucesso ou o fracasso de uma empresa.

Leia também: Growth Hacking: um método poderoso para você vender bem na internet.

Como lidar com crises no ambiente online?

A velocidade em que uma informação repercute na web é assustadora, por isso, as organizações precisam entender que cada palavra dita, cada ação tomada (ou não) pode prejudicar e muito a sua imagem.

4 passos iniciais para lidar com crises nas redes sociais:

Passo 1: escute o que o que os internautas estão dizendo

O monitoramento é peça fundamental para evitar uma crise. É por meio dele que você entende quais temas precisa melhorar, onde pode melhorar, em quais aspectos os usuários cobram seu posicionamento etc. Um monitoramento pode fazer com que você evite as eventuais crises e, isso vale para pequenas ou grandes organizações.

Passo 2: entenda a sua marca como uma pessoa

Sua marca tem que ser pensada como uma pessoa. Ela tem valores, ideologias, sonhos, aspirações, desejos… Quando os consumidores enxergam as marcas como pessoas, elas criam uma relação maior de afeto e carinho com elas, pois gera aquele sentimento de identificação. Se você quer evitar crises em sua organização, deve entender que a sua empresa não é um robô, há pessoas por trás dela.

Passo 3: sua marca também pode cometer erros

Ver a marca com mais humanidade é importante para entender que ela pode cometer erros. Os usuários estão mais compreensivos com os erros das empresas, isso quando elas assumem seus erros e trabalham para que eles não se repitam.

Muitas vezes, é impossível prever quando uma crise vai acontecer, mas ter em mente que os erros do passado não serão mais repetidos e que a empresa tomou uma atitude para isso, já é um primeiro passo.

Passo 4: trabalhe com coerência, consistência e transparência

Se eu pudesse dar apenas uma dica seria a seguinte: trabalhe com coerência, consistência e transparência. Não há nada pior do que organizações que adotam um discurso, mas suas ações são completamente diferentes dos discursos que adotam.

Com a velocidade que as informações rodam na web, não ser transparente é, sem dúvidas, uma bomba relógio para uma eventual crise (em maior ou menor escala).

Agora que você já sabe um pouco sobre gestão de crises nas redes sociais e a importância de pensar o tema nas redes sociais, te convido a acompanhar o meu blog, esse mês vou falar um pouco mais sobre o tema. Não deixe de conferir e até a próxima!

Como fazer o seu negócio ter sucesso na web?

ter sucesso online

Quanto mais você se esforça para encantar os seus clientes, maior será o retorno deles em relação ao seu negócio. Mas não vamos parar por aqui, não é mesmo? Hoje, a nossa conversa é sobre como você pode transformar o seu negócio e, com isso, ter sucesso na web. Venha comigo!

Leia também: Como se define uma empresa resiliente?

Use a comunicação para expor o melhor do seu negócio

De forma simples e resumida, você precisa encontrar uma maneira criativa de mostrar o melhor da sua organização aos seus públicos desejados. Na Projetual, agência onde atuo como Diretora, o foco é sempre explorar os pontos positivos de um negócio.

É possível fazer isso de inúmeras maneiras, as redes sociais, por exemplo, podem funcionar como vitrines da sua marca. Nelas, você consegue falar sobre produtos e serviços do seu negócio, além, é claro, de entender as dúvidas dos seus potenciais e-shoppers.

Como você pode transformar o seu negócio?

Muitos empreendedores me procuram para saber como o Marketing Digital pode ajudá-los a vender mais. Mas é importante lembrar que não existe fórmula mágica para fazer o seu negócio disparar em vendas de uma hora para outra. O que existe é planejamento, trabalho duro e estratégia.

Algo que você precisa ter em mente é o seguinte: o sucesso do seu negócio depende da forma como você trata os seus clientes, da qualidade dos seus produtos e/ou serviços, a forma como você encanta as pessoas, entre outros inúmeros motivos.

Por isso, é extremamente essencial evitar conteúdos que prometem milagres, foque em entender realmente como você melhorar.

Como ter sucesso na web?

Com o elevado crescimento do e-commerce nos últimos anos, muitos empreendedores começaram a se preocupar, ainda mais, com a concorrência.

Só para se ter uma ideia, segundo pesquisa do Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou mais de 300 milhões de pedidos e faturou mais de R$126 bilhões em 2020, sendo que 47% dos consumidores estavam realizando sua primeira compra online.

Para transformar o seu negócio é preciso usar todas as estratégias possíveis para cativar o cliente. Ao longo da minha carreira, já vi muitos empreendedores prometendo mais do que podiam cumprir para os seus clientes e este é um grande erro. Quem deseja ter sucesso na web deve trabalhar com honestidade.

A Projetual, empresa que fundei é especialista em Marketing Digital e Branding, se você precisar de ajuda para transformar o seu negócio, você pode contar comigo, tenho uma equipe preparada para te ajudar a fazer o seu negócio ter sucesso na web.

Quer ler mais conteúdos como este? Acompanhe o meu blog, toda semana tem conteúdo atualizado para você entender mais sobre Marketing Digital.E se tiver qualquer dúvida, entre em contato comigo, estou aqui para te ajudar.

4 dicas preciosas para você não perder mais vendas no digital

vendas_digitais

O medo de ficar para trás no mundo dos negócios tira o sono de muitos empreendedores. Pensando nisso, preparei 4 dicas importantes para você encantar seu cliente e não perder mais vendas. Quer saber como? Venha comigo.

A alta competitividade no online faz com que muitas empresas desanimem na hora de conquistar novos clientes. Só para se ter uma ideia, o crescimento do e-commerce no Brasil, que já vinha se mostrando positivo nos últimos anos, acelerou em 2020 com a pandemia da Covid-19.

A Internet faz com que pequenas e grandes empresas do mesmo nicho tenham que competir lado a lado e, na maior parte das vezes, empresas de grande porte acabam investindo muito mais em publicidade para divulgar seus produtos e/ou serviços.

Mas engana-se quem pensa que este é o fim para os pequenos empreendedores, continue lendo este artigo e confira dicas práticas de como se manter na disputa em um ambiente extremamente competitivo.

Leia também: Como fazer a sua loja virtual decolar?

4 dicas para você não perder mais vendas

Passo número 1: Invista em um site ágil

A facilidade em que um usuário abre a sua loja virtual, ele fecha, por isso, é tão importante ter um site ágil, prático e dinâmico. Não perca a venda por bobagem, invista em uma estrutura ágil, isso vai te ajudar a vender bem e com qualidade.

Passo número 2: Personalize sua marca

Se você quer conquistar o cliente, precisa ajudá-lo em sua jornada de compra. Quando a pessoa está em uma loja física e ninguém vem até ela para ajudá-la, as chances dessa pessoa ir para outra loja são grandes, não é mesmo?  Isso também ocorre no digital, isto é, se as opções de atendimento não estiverem à mostra logo de cara, isso pode fazer com que o usuário desista do seu negócio.

Invista em uma estrutura de qualidade e pesquise formas atrativas de deixar a jornada do seu cliente mais interessante e prática.

Passo número 3: Crie descrições ricas para os seus produtos e/ou serviços

Seus produtos precisam de descrições ricas, elas devem sanar todas as dúvidas das pessoas que se interessarem por seus produtos. Muitas vezes, é melhor pecar pelo excesso do que pela falta.

Inclua nas descrições tudo que for necessário para ajudar o cliente, mas é preciso ser assertivo e objetivo neste processo, afinal, as informações precisam ser bem diagramadas para que o cliente não se perca. Coerência e praticidade são as palavras-chave nesta etapa.

Passo número 4: Trabalhe com imagens que gerem interesse em seu consumidor

Na hora de fotografar seus produtos ou exibir seus serviços, você vai precisar tirar fotos com alta qualidade e também por vários ângulos. A ideia é criar a sensação de vitrine para o cliente, este passo é essencial para encantar seus clientes e potenciais e-shoppers.

Essas são apenas dicas básicas para você não perder mais vendas por bobeira. Quer uma ajuda para transformar o seu negócio? Venha falar comigo, posso te ajudar a entender mais sobre a importância do marketing digital.

Produzir Conteúdo é essencial para o seu negócio se destacar no Digital

produzir_conteudo

No último mês, escrevi um artigo sobre como trabalhar com redes sociais é um trabalho árduo, pois o trabalho não termina quando o post é publicado, vai muito além. Então, hoje elaborei um conteúdo complementar para trazer alguns pontos sobre como você pode produzir conteúdo que gere valor para a sua empresa se sobressair no mercado digital. Pegue papel, caneta e continue lendo este artigo!

O que os usuários desejam no digital?

As pessoas querem se relacionar, aprender e se informar, ler conteúdo que gere valor e se expressar etc. A rede social é como um espelho da realidade, na web, as pessoas podem inspirar outras pessoas – para o bem e para o mal.

Mas antes de pensar em produzir conteúdo que gere valor, você precisa lembrar que cada canal digital tem as suas particularidades. Facebook, Instagram, Linkedin, Pinterest, TikTok e YouTube possuem segredos específicos e demandam estratégias diversificadas.

Muitas pessoas erram em apenas publicar o mesmo conteúdo em todas as redes sociais, mas sem adaptar o formato para cada uma das mídias. Sua empresa precisa criar conteúdo personalizado para cada um dos canais digitais em que atuar, não se esqueça disso, hein.

Leia também: 4 passos para motivar minha equipe em momentos de crise.

O meu conselho para que a sua empresa produza conteúdo que realmente gere valor é o seguinte: entregue os seus canais digitais para alguém em que você realmente confia. Muitos empreendedores acabam deixando os canais digitais de lado em meio a tantas demandas.

Ter uma equipe preparada para fazer o seu negócio decolar vai fazer com que o seu negócio atraia, cada vez mais, leads qualificados. Confiar em quem realmente sabe o que está fazendo pode fazer com que você enxergue novas possibilidades no digital e, com isso, ampliar a sua rede de conexões e, claro, de clientes.

Por que é preciso criar conteúdo personalizado para diferentes redes sociais?

Conteúdo de qualidade exige adaptação, você pode adaptar diferentes temas nos seus canais digitais de diferentes formas: carrosséis, stories, blogposts, e-mail marketing, vídeos etc. A personalização é a palavra-chave na hora de interagir com os seus consumidores.

Segundo uma pesquisa publicada pela Status Brew, em 2019, há chances de 51% das pessoas deixarem de seguir sua marca se você postar conteúdo irritante, por isso, é fundamental nunca postar por postar. Todo conteúdo deve ser muito bem pensado e focado nos interesses dos usuários.

Outro dado importante que você precisa ficar atento é o seguinte: 91,3% dos internautas acessam suas redes sociais diariamente, de acordo com dados da Social Media Trends 2019. E uma parte considerável gasta, em média, mais de 4 horas por dia navegando nas redes sociais (38,3%).

Estes dados mostram que não é mais possível ficar fora do digital, mesmo empresas com sede física precisam marcar presença no online, por isso, cada vez mais, sua marca precisa criar motivos para que usuários se encantem por ela ,e, para tal, criar conteúdo personalizado é a palavra-chave. Não marque bobeira, a Projetual, agência de Comunicação em que atuo como Diretora, é especializada em produção de conteúdo de qualidade.

Quer ler mais conteúdos como este? Fique de olho em meu blog, toda semana tem conteúdo atualizado para você. E se ficou com alguma dúvida, entre em contato comigo.

Growth Hacking: um método poderoso para você vender bem na Internet

growth

Para se destacar no mercado online é preciso deixar as vendas no centro da sua estratégia de Marketing Digital. E para tal, há um método perfeito para fazer isso. Você já ouviu falar Growth Hacking? Esta metodologia pretende revolucionar o mercado digital e te ajudar a vender mais. Quer saber como? Venha comigo.

Growth Hacking: o método para você vender bem na Internet

Growth Hacking, de forma simples e resumida, conta com quatro etapas principais: tráfego, engajamento, conversão e retenção. A diferença é que, diferente do método de Funil de Vendas, o objetivo de todas as etapas é vender bem. Toda etapa deve estar centrada em encontrar leads qualificados para conhecer o seu negócio.

Tráfego

O tráfego indica que a sua loja virtual precisa ser conhecida pelo seu público desejado. Você pode fazer isso com anúncios no Facebook Ads e também no Google Ads. Com essas ferramentas, você consegue alcançar, cada vez mais, pessoas qualificadas para conhecer seu negócio.

Engajamento

Não basta que as pessoas acessem uma única vez a sua página, elas precisam ter interesse em acessar mais vezes os seus conteúdos. Isto é, após conquistar o seu público desejado é essencial engajar essas pessoas para que se tornem, de fato, clientes. Você pode elaborar uma série de conteúdos ricos para mostrar ao seu possível consumidor como ele precisa de você.

Sempre me perguntam: “Milena, como eu faço para saber que tipo de conteúdo publicar?” A resposta para esta pergunta é muito simples, questione-se sempre: o que o seu negócio pode trazer de relevante ao seu consumidor? Mapeie suas ideias e depois disso selecione as propostas mais adequadas para os seus públicos.

Conversão

Se seu cliente não está engajado, certamente, suas vendas não vão ser boas, não é mesmo? Por isso, é fundamental verificar seus diferenciais diante dos seus concorrentes e as vantagens que seus consumidores vão ter ao adquirir os seus produtos ou serviços. Isso vai te mostrar em que partes você é forte e também quais partes você precisa melhorar.

Com suas forças mapeadas, você consegue usar estratégias para conquistar, ainda mais, os seus consumidores.

Retenção

Para que seu cliente seja fiel a sua marca, você precisa que ele interaja com os seus conteúdos e, claro, tenha interesse em saber mais sobre novos produtos e serviços da sua loja.

Para tal, é super importante mostrar ao seu e-shopper que você se importa com ele. Então, não deixe de investir num atendimento de qualidade, fazer pesquisas de satisfação para saber onde pode melhorar e, claro, mostrar-se disposto a ouvir o que ele gostou em seu e-commerce. Isso vai te ajudar a mapear suas fraquezas e, sem dúvidas, a longo prazo, pode te ajudar a vender mais.

Não deixe de conferir: Como um SAC 2.0 pode fazer a diferença em seu negócio?

Como colocar o Growth Hacking em prática?

As quatros fases do método de Growth Hacking devem ser implementadas de forma simultânea. O importante para deixar suas vendas no centro da estratégia é pensar que em cada uma das fases, você vai precisar exibir as vantagens dos seus produtos e serviços.

Ainda que de forma sútil, você deve mostrar, aos seus e-shoppers, as suas forças, e em paralelo deve trabalhar para fazer com que as fraquezas do seu negócio se tornem forças. Todo este trabalho vai te trazer recompensas muito positivas e, sem dúvidas, vai te fazer vender mais e melhor.