Como rankear melhor no Google?

SEO

Quando o assunto é atrair novos clientes ao site, SEO pode ser uma excelente estratégia para a sua loja rankear melhor no Google, pois mais pessoas vão ter acesso ao seu negócio, por isso, hoje vou te ensinar o básico sobre este assunto, vem comigo?

Quem tem o Google é rei

Quando o assunto é SEO, o Google é o verdadeiro protagonista. A empresa, de acordo com a GS Statcounter, tem 92% marketing share em todo o mundo. E no Brasil, o domínio do Google é ainda maior, segundo a mesma pesquisa, 97% do marketing share é da empresa.

Só para se ter uma ideia, de acordo com dados da Search Engine Land, são feitas aproximadamente 63 mil buscas por segundos, todos os dias, nos mecanismos de busca do Google.

Leia também: Por que você deve fugir das métricas da vaidade?

Como rankear melhor no Google?

Segundo dados do próprio Google, a organização possui mais de 130 trilhões de páginas indexadas em seus servidores. Com isso, surge um desafio para pequenos e grandes empreendimentos: como rankear melhor no Google diante de tanta competitividade?

A resposta é a seguinte, hoje é essencial ter boas práticas de SEO. E para tal, algumas ações são necessárias, tais como: conteúdo único e de alta qualidade, velocidade de carregamento, relevância, autoridade do site, uso das palavras-chave certas, mobile-friendly, entre outros fatores.

O principal objetivo do Google é trazer conteúdo relevante ao usuário e,para tal, os conteúdos precisam estar alinhados com a busca dos usuários, há um trabalho árduo por trás da organização em criar mecanismos para selecionar e categorizar estes conteúdos.

E não basta o conteúdo estar alinhado ao que o usuário busca, elementos como semântica, concordância, localização e histórico de busca também são critérios extremamente importantes.

Como verificar os dados de SEO do seu site? Com o Google Analytics, você tem acesso a um panorama completo com os resultados das suas estratégias e, com isso, você entende melhor o comportamento dos usuários do seu site e/ou aplicativo, para avaliar melhor o desempenho de marketing, conteúdo e mais.

Com o Analytics, você recebe insights do Google para aproveitar os dados ao máximo. Esta plataforma de dados é perfeita, pois trabalha em conjunto com Google Ads, Google Optimize, Search Console e Data Studio. Não tem como ser mais completa, não é mesmo?

E o melhor, você sabia que a versão gratuita do Analytics é perfeita para pequenos, médios e até grandes sites? O Google disponibilizou um modelo gratuito para quem está começando no digital.

E se você está se perguntando, Milena: “Precisa disso tudo, mesmo com os avanços de inteligência artificial do Google? A resposta é sim, a alta concorrência exige estratégia e conteúdo de qualidade. Antes de produzir qualquer tipo de conteúdo é essencial saber quem é a persona a ser atingida, não pode dar bobeira, hein.

Conteúdo de qualidade não é tudo, o SEO é a prova disso, há inúmeras estratégias para você se consolidar na web e, claro, entrar no radar do usuário. Quem deseja rankear melhor no Google não pode ter medo de colocar a mão na massa.

Agora que você já sabe por que é essencial ser estratégico para que o seu negócio possa rankear melhor no Google, converse comigo, posso te ajudar a se destacar no Google.

Inbound Marketing: o método certo para atrair novos clientes para o seu negócio

inbound_marketing

Se você está buscando atrair novos clientes, o Inbound Marketing é o método ideal para você.  Neste método, é o cliente quem procura o seu negócio e não o contrário. Normalmente, ele te procura para buscar uma solução para um problema e quando isso ocorrer, você deve estar preparado para ajudá-lo.

Já falei por aqui, de forma geral, sobre como dar visibilidade para a sua marca, mas hoje vou te apresentar um método totalmente focado no consumidor, o Inbound Marketing. Meu objetivo é te mostrar um pouco sobre cada uma das etapas desta estratégia, vem comigo?

O que é Inbound Marketing?

No Inbound Marketing, ou Marketing de Atração, a propaganda em massa é algo secundário, o objetivo deste método é ser encontrado pelo consumidor. Para tal, você não pode ter foco apenas em vender, você deve nutrir um relacionamento com seu possível cliente e, só depois disso, partir para uma estratégia de venda mais agressiva.

Neste método, o consumidor vem até a sua marca porque ele precisa de ajuda, e, essa comunicação entre você e seu possível e-shopper precisa ser bidirecional e objetiva. Se você tem públicos específicos, o Inbound Marketing é a escolha ideal para atrair novos clientes, pois você pode sanar dúvidas que nem sempre estão disponíveis na internet.

O Inbound Marketing, como o próprio nome sugere, precisa ser focado em atrair novos públicos. Para tal, conteúdo de qualidade é algo indispensável nesta estratégia. Para criar materiais ricos antes de tudo é preciso entender quem são seus públicos e formular persona(s) para que os conteúdos que você elaborar sejam, de fato, focados nas dores dela(s).

Funil de vendas no Inbound Marketing:

A jornada do seu possível cliente possui, no mínimo, três etapas: a) consciência do problema, b) considerações das melhores soluções para este problema e, por fim, c) a decisão de compra. Vou falar brevemente sobre cada uma delas:

Topo do Funil

Consciência do Problema: nesta etapa, a pessoa tem um problema e ela quer aprender mais sobre uma área. Ela percebe que há algo que a incomoda e, neste momento, ela está buscando saber mais sobre essa dor. Por isso, é papel do seu negócio ajudá-la, um blog com artigos semanais pode ser uma boa estratégia para isso.

Meio do Funil

Consideração das Soluções: Nesta fase, o cliente já sabe definir o que o incomoda e busca mapear as melhores soluções para resolver o problema. Ele começa analisar as alternativas para solucionar o problema. É dever da sua marca, no meu ponto de vista, ter um diferencial sobre a concorrência para que o seu negócio seja a melhor escolha para ele.

Fundo do Funil

Decisão de Compra: Este é o momento em que o seu potencial cliente já sabe exatamente do que se trata o seu problema e também já mapeou as melhores soluções para resolvê-lo. Nesta etapa, seu consumidor pode realizar uma compra com você ou não. Então, você deve conquistá-lo.

 A jornada do Inbound Marketing é um funil e, como em todo funil, pessoas se perdem ao longo do percurso. Isso não quer dizer que a sua estratégia tenha erros, mas sim que o seu negócio não era a escolha ideal para aquela pessoa naquele determinado momento e ela optou por seguir por outro caminho. Não deixe isso te desanimar, hein!

Como atrair novos clientes?

Atrair novos clientes exige esta conscientização, afinal, produzir conteúdos de qualidade, ter uma infraestrutura adequada, um sistema ágil e um SAC de qualidade são boas estratégias para conquistar novos públicos.

Em minha experiência no mercado publicitário, percebi que muitas vezes, os empreendedores investem em seus produtos e serviços de uma forma brilhante, mas esquecem o mais importante: mostrar isso aos clientes. Este é um erro gravíssimo, se você quer vender bem, deve mostrar todas as qualidades do seu negócio para a sua audiência.

Mas deixa eu te contar…

Nem sempre uma estratégia de Marketing Digital precisa usar Inbound e/ou Funil de Vendas. Funciona, muitas vezes, e para muitos tipos de estratégia. Mas quem acompanha meu trabalho sabe que Marketing é algo totalmente customizado e customizável: cada caso é um caso, e não acredito que receitas sempre funcionem.

Casos em que Funil de Vendas não é a resposta pra uma estratégia digital é o que eu te conto nesse vídeo:

Vídeo disponível no Canal da Projetual. Inscreva-se!

Quer auxílio para criar a sua estratégia de Marketing Digital? Entre em contato comigo. Posso te ajudar a formular estratégias de crescimento para a sua loja. Lembre-se: quem deseja sair na frente da concorrência precisa pensar um passo à frente dela.

Por que criar um blog para minha empresa?

Blog_corporativo

Lojas virtuais estão atraindo muito mais visitantes por meio de artigos de blog. Saiba mais a seguir!

Você também tem essa dúvida? Por que afinal devo unir minha estratégia de marketing digital com a criação de um blog? Essa, pelo menos, é uma questão frequente entre profissionais que já conversaram comigo a respeito. Muitos nem entendem como tudo isso funciona.

Por essa razão, organizei neste artigo alguns insights sobre por que você precisa ter um blog e como isso pode otimizar os resultados do seu e-commerce. Acompanhe comigo:

O que é um blog e por que ele é necessário?

O blog é, praticamente, toda a parte conceitual de sua empresa. É um espaço onde você pode personalizar a aparência, colocar alguns elementos visuais que fazem parte da sua identidade, enfim, é uma página onde você pode adicionar atributos que envolvem e conectam o seu cliente com a sua marca.

Mas, além disso, a principal função de um blog é oferecer aquele “algo a mais” que deixará o seu cliente muito mais satisfeito por meio de textos explicativos. Sabendo construir um texto bem estruturado com as práticas de SEO, é também uma forma assertiva de atrair visitantes para a sua loja virtual.

Ter um blog é uma estratégia valiosa para engajar o seu público, criar um relacionamento com ele, adquirir leads e até mesmo conquistar novos clientes. Afinal, oferecendo conteúdos relevantes sobre o seu universo, as percepções do target em relação a sua marca enriquecem e muito!

Por que publicar blogposts?

Simplesmente, para conseguir se comunicar com o seu target em mais um canal, e mostrar a ele que você realmente entende do assunto. Segundo a Hubspot, “quem mantém um blog possui 55% mais visitantes”.

Oras, se as pessoas estão buscando informações na internet e, se você tem a possibilidade de entregar essas informações a elas, fazendo com que elas entrem em seu site e conheçam a sua empresa, por que não investir?

O que publicar em meu blog?

Para publicar artigos dentro do seu e-commerce, é interessante que você fique antenado nas novidades do mercado e que ofereça conteúdos que são de interesse do usuário.

Entender quem é seu público-alvo e conhecer bem suas personas ajudam significativamente a construir uma boa estratégia de marketing de conteúdo. Pois, dessa forma, você saberá exatamente o que essas pessoas querem saber a respeito do seu produto ou, ainda, o que elas buscam nos sites de pesquisa.

Trata-se de mais uma forma de interagir com seus visitantes. E, para isso, as possibilidades são muitas. O essencial aqui é ser criativo, saber se comunicar bem por meio das palavras, saber publicá-lo ou ter uma equipe responsável por isso.

Temas que podem ser abordados

Vou passar algumas dicas de temas bem interessantes que você pode adotar em seu blog. Veja só:

  • Aproveite as dúvidas que surgem de seus clientes no dia a dia das vendas e crie um texto explicativo. Afinal, outras pessoas que estão navegando na internet também podem ter essa mesma dúvida;
  • Encontre soluções para as dores dos usuários, e compartilhe todo o seu conhecimento de mercado em seus artigos;
  • Conte casos de sucesso para instigar o interesse de outros visitantes;
  • Fale também dos seus produtos e funcionalidades, não há nenhum problema nisso;
  • Sempre que possível, conte novidades do seu setor. Quem sabe um artigo sobre a experiência de estar em um grande evento, etc. Mostre que tem autoridade no assunto!

Agora que você já sabe por que é tão importante para as lojas virtuais construírem um blog para otimizar suas vendas, venha conversar comigo a respeito. Nos vemos no próximo post!

Quer estar um passo à frente da concorrência? Aposte em sites Mobile First!

mobile first

A criação de um site é um dos primeiros aspectos a ser considerado por uma marca ou empresa, certo? Bem, pelo menos deveria ser, afinal, os sites são uma das melhores maneiras para marcar presença no ambiente digital, oferecendo a possibilidade de atuar como uma vitrine dos seus produtos ou serviços. Um site é o SEU território na web, um local sobre o qual você tem total controle no ambiente digital.

Faz muito tempo que o site passou a ser o básico do marketing digital, mas de alguns anos pra cá ele tem ganhado ainda mais expressão, isso graças às técnicas de SEO e as atualizações de algoritmo do Google, o maior buscador da internet.

Isso significa que sites não devem mais servir apenas como uma página online esquecida, mas devem servir como um elemento crucial na sua estratégia de marketing online. Não basta “ter um site”, ele tem que ser “indexável” e oferecer uma boa experiência ao usuário. E, como dizemos no mercado, “o que é bom para o usuário, é bom para o Google”.

Por isso, hoje eu quero falar um pouquinho mais sobre o conceito de mobile first para sites e como isso pode ajudar o seu negócio.

O que é Mobile First?

Mobile First consiste na criação e desenvolvimento de sites pensados primeiro para o ambiente mobile, como o nome já sugere. Isso significa que do mobile serão feitas as adaptações para outros dispositivos, como o desktop, por exemplo. O conceito foi desenvolvido entre 2009 e 2010 pelo Diretor de Produto da Google, Luke Wroblewski.

Normalmente acontece o oposto! Empresas criam sites pensando no desktop e depois fazem adaptações para mobile, mas isso tende a mudar. Por quê? Bem, comece considerando que no Brasil temos uma população de 210 milhões de pessoas e 230 milhões de smartphones

mobile

A importância do Mobile First

Você sabia que o celular já é a principal tela dos usuários desde 2014? Isso é bastante tempo! Seis anos atrás o brasileiro já passava 149 minutos por dia em seus smartphones, contra 113 minutos na TV.

Logo, era de se esperar que as atenções fossem voltadas cada vez mais para os celulares, e não foi diferente, não demorou muito para que os aparelhos mobile passassem a ser mais valorizados no ambiente online.

De acordo com o relatório da GSMA, o Brasil é o país mais conectado da América Latina. Por aqui foram contabilizados mais de 234 milhões de conexões até 2017. Junto a isso, podemos considerar o grande aumento do tráfego de dados por aparelhos celulares, com significantes 50% de crescimento ao ano.

Acho que já deu pra compreender que tem MUITA gente online pelos celulares, né? Ou seja, muito mais oportunidade de você alcançar essas pessoas, se tiver a estratégia correta.

Mas afinal, como o Mobile First pode ajudar o seu Negócio?

Olha só, em março de 2018 o Google anunciou que sites com o conceito Mobile First teriam e indexação e rankeamento privilegiados. Ou seja, os sites pensados antes para dispositivos móveis terão mais chances de rankeamento e podem se destacar nos resultados de busca.

E aqui vai outro dado interessante para te convencer da importância de estar bem rankeado! Os três primeiros resultados de pesquisa no Google recebem 75,1% de todos os cliques. Viu só? Se o seu site não estiver bem posicionado ele pode não receber tantas visitas, o que pode impactar consideravelmente nas suas estratégias de marketing digital.

Além disso, os sites Mobile First oferecem a melhor experiência para o usuário. As principais informações são exibidas de uma forma correta e agradável, fazendo com que o visitante encontre mais fácil e rápido o conteúdo que deseja no seu site.

Apostando no conceito de estruturação para dispositivos móveis primeiro, sua marca ou empresa também poderá estar no pioneirismo do setor, já que o conceito ainda é inovador e não são todos os empreendedores que se preocupam com isso. Logo, você terá maior credibilidade junto aos consumidores e ao próprio mercado, mostrando que se preocupa em proporcionar uma boa experiência digital ao visitante.

E por fim, mas não menos importante, aplicações Mobile First tendem a ser mais rápidas e leves, dessa forma o usuário não perde muito tempo aguardando resposta do site.

Viu só? Uma simples estratégia de estruturação de site pode fazer a diferença na sua estratégia de marketing! J

SEO para negócios locais: um importante aliado na sua estratégia de Marketing

SEO local

Se você é dono de um comércio na região em que mora, certamente está sempre em busca de novos clientes, certo? Seja para uma loja, um restaurante ou até mesmo consultórios, o SEO Local é uma estratégia de captação de clientes que leva em consideração a localização do negócio e a necessidade do cliente que busca por aquele produto ou serviço.

Essa é uma ótima opção para conseguir atrair novos clientes e dar mais visibilidade ao seu estabelecimento. Por isso, hoje quero falar um pouquinho com você sobre SEO Local, vamos lá?

O que é SEO Local?

O SEO Local é uma estratégia de marketing que tem como objetivo otimizar a entrega de resultados de determinado comércio nos motores de busca (Google, Yahoo, Bing). Nesse caso, levamos em consideração a geolocalização e outros elementos. 

Vamos imaginar que um cliente queira presentear a sua esposa com um buquê de flores. Qual vai ser a primeira atitude dele? Buscar por floriculturas na sua cidade, de preferência próximas à sua residência ou local de trabalho.

Portanto, quando esse mesmo usuário realizar a sua pesquisa nos motores de busca, a floricultura que estiver melhor posicionada terá muito mais chances de receber cliques e consequentemente realizar mais vendas.

Como o Google enxerga o seu negócio?

Nesse momento eu vou usar o Google como exemplo de buscador pela sua grande liderança no segmento, mas o conceito vale para todos os demais motores de busca, ok?

Todas as pesquisas feitas no Google passam por uma série de algoritmos para que a plataforma entregue os melhores resultados, considerando os termos que o usuário buscou e sua possível intenção com aquela busca.

No caso do SEO Local os algoritmos ficam ainda mais apurados, uma vez que o Google tem a intenção de oferecer a melhor experiência. E é nesse ponto que nós vamos focar!

Usuários possuem maneiras diferentes de realizar uma busca.

> Alguns preferem pesquisar por “restaurantes perto de mim”.

> Enquanto outros podem buscar  “restaurantes em Curitiba”.

A partir dessa busca é que o Google irá analisar o seu negócio e verificar a relevância dele, para então decidir se entrega ou não o resultado para o usuário.

E as buscas não se limitam aos moradores da cidade somente. Considerando que a geolocalização é um dos principais fatores para o SEO Local, o Google identifica onde o GPS do celular está apontando para indicar os melhores resultados.

Se você estiver viajando para a Itália, por exemplo, e buscar por “pizzaria”, é provável que o Google vá indicar locais na região em que você está, não na sua cidade de origem, afinal, ele já identificou a sua localização. Deu pra entender um pouquinho? Isso é também uma ótima forma de atração de turistas para negócios locais.

Quem pode utilizar o SEO Local?

O SEO local é ideal para quem possui algum estabelecimento físico, como já citei acima. Se você possui um e-commerce, por exemplo, essa não é a estratégia mais indicada para o seu negócio.

Entretanto, se você tem espaço na cidade, você pode iniciar o SEO Local para seu comércio. Aqui, podemos estender para um grande número de negócios, como por exemplo:

  • Lojas de roupas
  • Cafeterias
  • Bares
  • Hotéis
  • Cinemas
  • Teatros
  • Casas noturnas
  • Salões de beleza
  • Barbearias
  • Escolas
  • Hospitais
  • Consultórios
  • Farmácias
  • Restaurantes
  • Estacionamentos

E muito mais.

Benefícios do SEO Local para o seu negócio

A partir do momento em que o Google identifica o seu local como resultado relevante, você será exibido mais vezes quando alguém procurar pelo seu segmento na região, cidade e bairro.

Com as pessoas encontrando o seu local com maior facilidade, você tem muito mais vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

Com mais visibilidade, o seu negócio também passa a ser mais conhecido entre os próprios moradores da região, podendo receber mais visitas e converter em mais oportunidades de vendas.

De acordo com uma pesquisa do Think With Google, 76% das pessoas que fazem uma busca local no smartphone visitam o negócio em até 24 horas e 28% das buscas resultam em venda. Legal, né? Além disso, ao aparecer nos primeiros resultados de busca, seu negócio também passa a ter mais credibilidade, não só entre os clientes, mas também no mercado como um todo. Isso também serve para que você possa conquistar novos clientes e estar sempre renovando a sua base de consumidores.

Como otimizar o seu SEO Local?

Existem alguns caminhos que facilitam a otimização do seu negócio frente aos buscadores. Aqui, vou dar algumas sugestões, anota aí:

1 – Tenha um site responsivo e deixe-o otimizado

2 – Invista na produção de conteúdo local e otimizado (como blog posts, por exemplo)

3 – Esteja cadastrado no Google Meu Negócio

4 – Mantenha atualizadas as informações de contato e endereço nas redes sociais

5 – Considere inserir seu negócio em plataformas de locais, como TripAdvisor, por exemplo

6 – Incentive clientes a avaliar e comentar no seu negócio no Google My Business

Gostou das minhas dicas para o sucesso do seu negócio? Fique à vontade para entrar em contato comigo e vamos juntos pensar na melhor estratégia para o seu estabelecimento.

Aproveito para te convidar a assistir ao vídeo 06 Dicas para ter um Site de Sucesso.