3 Dicas para definir os melhores Canais para as suas Campanhas

canais de marketing

Encontrar os canais certos para as suas campanhas de marketing faz com que elas sejam muito mais bem sucedidas. Conheça a seguir 3 grandes dicas para definir os seus!

Você já parou para pensar que há poucos anos apenas os canais de massa, como a TV e o rádio, eram a única forma de comunicação entre o público e as empresas, de uma maneira ainda bem padronizada? Isso nos faz refletir sobre como a área do marketing está em constante mudanças, não é mesmo?

Obviamente, os processos no ambiente de trabalho de uma equipe de marketing também evoluíram à medida em que os anos foram passando, trazendo novas formas de desenvolver estratégias e práticas ainda mais complexas.

Por isso, vim te ajudar neste texto a encontrar qual o canal mais conveniente para começar o planejamento das suas campanhas e, assim, definir aqueles mais oportunos para a sua empresa. Vamos lá? Acompanhe comigo a seguir:

Passo a passo para definir seus melhores canais

Passo #1 – Construção das Personas

Para estabelecer quais são os melhores canais de marketing para as estratégias das campanhas da sua empresa, é preciso pensar primeiramente em suas Personas.

Isso é, você deve saber quem exatamente será impactado com as suas peças. Para isso, você precisa mapear quem é o seu público-alvo e construir suas Personas, ou a figura dos seus clientes ideais.

Trata-se de um exemplo fictício de um cliente que tem o perfil que se encaixa perfeitamente aos consumidores do seu produto. Tendo ao menos uma Persona bem definida, fica muito mais fácil de se explorar o que seus clientes gostariam de receber e como interagir com eles nas redes sociais ou outros canais.

Passo #2 – Jornada do consumidor

Mapear a jornada do consumidor também é uma das formas para se descobrir qual o seu canal ideal. Mas, você deve estar se perguntando, como assim jornada do consumidor?

É simples! A jornada do consumidor é como o usuário se comporta até finalizar a compra. Ou seja, onde ele faz a busca do seu produto e como ele a faz. Ou melhor, quais passos ele segue para se tornar efetivamente um cliente.

Dessa maneira, você irá oferecer o conteúdo certo, ou até mesmo o anúncio certo, no melhor momento para convencer o cliente. Sabendo quais são os melhores canais para se atrair e para se relacionar com os usuários, suas campanhas, com certeza, serão mais eficazes.

Passo #3 – Variações de cada canal de marketing

Agora é a hora de ter em mente que cada canal escolhido terá uma função específica. Por isso, você deve verificar quais são aqueles que mais se encaixam com as suas estratégias de campanha e – não podemos esquecer – com a(s) sua(s) Persona(s).

Escolhidos os canais, você deve levar em conta os formatos que serão apresentados em cada um deles, assim como quais são os conteúdos mais relevantes para se trabalhar em cada canal.

Agora que você chegou até aqui e aprendeu essas 3 dicas incríveis sobre como escolher os melhores canais de marketing para estruturar as campanhas da sua empresa, te convido a assistir ao meu vídeo sobre Jornada de Compras: você sabe em qual momento seu cliente está?

Para saber mais, converse comigo. Estarei à disposição para te apresentar as melhores estratégias para a sua marca! 😉

Ações para sua pequena empresa fazer um trabalho ‘de gente GRANDE’ no ambiente digital

empresa pequena trabalho grande

Eu sei que pode parecer impossível competir com grandes players de mercado quando o assunto é marketing digital. Afinal, grandes empresas possuem gigantescos setores de marketing e uma verba milionária.

Mas a verdade é que se você realmente estiver disposto a conhecer o seu cliente, o seu mercado e o seu próprio negócio, você pode executar algumas ações no ambiente online que trarão muita autoridade e credibilidade para a sua marca.

É justamente sobre essa ações que eu quero apresentar para você hoje. Vamos lá?

Ações de Marketing Digital para Pequenas Empresas

As dicas que você verá a seguir não são exclusividade de pequenas empresas, afinal, já são práticas bastante conhecidas no mercado. Entretanto, é comum observar que muitas empresas ainda em crescimento julgam não ser capaz de executar determinadas atividades no ambiente online, ou então a insegurança acaba fazendo com que a ideia seja descartada.

Por outro lado, há a questão do investimento, e pequenas empresas muitas vezes não conseguem investir o suficiente para obter bons retornos.

Mas a boa notícia é que há ações bem acessíveis para o marketing digital de pequenas empresas. Então prepare-se para anotar as dicas abaixo e… mão na massa!

Crie um Blog para sua Empresa

O blog para pequenas empresas talvez seja um dos elementos de maior importância e que menos exigem da gestão empresarial. Digo que menos exige porque basta a vontade para dar o pontapé inicial nas publicações, onde você mesmo pode começar a criar os conteúdos para a sua marca, sem pagar nada. 🙂

É claro que se você tiver a oportunidade de trabalhar com um volume maior de publicações e pensar em estratégias exclusivas para esse canal, seus resultados poderão ser melhores e mais rápidos – e você talvez precise de mais gente.

Mas, para começar, os artigos podem ser escritos por você mesmo, levando em consideração as boas práticas de SEO, que você pode verificar aqui, sem esquecer também da profundidade do assunto. Busque escrever artigos que realmente atendam as necessidades do seu público e que possam de alguma forma auxiliar seus clientes.

Se você não quer pagar para ter um blog bem construído, pode optar por opções mais em conta ou então free, como o Blogger, Wix, Tumblr e afins. 

Você também pode gostar de ler:

Posicionamento na web: o que sua empresa NÃO deve fazer

SEO para negócios locais: um importante aliado na sua estratégia de marketing

Ofereça Infográficos

Muita gente menospreza o valor dos infográficos nas estratégias de marketing. Entretanto, eles são uma das formas mais atraentes de conquistar novos visitantes no seu site ou então fazer com que você consiga bons compartilhamentos.

Com o olhar para os dados que só você tem do seu negócio e mais algumas observações e pesquisas de mercado, você pode elaborar um infográfico para apresentar tendências, curiosidades e muito mais.

Assim como o conteúdo do blog, o infográfico também deve ser atrativo, tanto com relação ao conteúdo como ao design. Para que você possa experimentar ou tentar sua primeira experiência de infográfico, pode usar ferramentas como o Canva, por exemplo.

Faça Sorteios

Seja para conquistar novos clientes ou apenas para gerar divulgação de marca, os sorteios possuem grande potencial de exibir a sua empresa para o maior número de pessoas possível, principalmente quando se trata de algum produto grátis.

Tente sempre oferecer algo que está diretamente ligado ao seu negócio, de preferência algum produto ou serviço seu, ou então algum cupom de desconto, kit, enfim, algo que as pessoas identifiquem a sua marca mesmo após o sorteio.

Vamos supor que você possui uma loja de roupas mas optou por sortear um cartão presente da Netflix: pouco tempo após o sorteio ninguém irá relacionar com a sua marca.

Ah, lembre-se de verificar certinho quais são as regras e regulamentos de sorteios na sua localidade.

Apresente um Webinar

O webinar é uma ótima forma de atrair novos leads para o seu negócio, principalmente se for no segmento b2b. Boa parte das apresentações está relacionada com tópicos do tipo “como fazer”, ou seja, uma apresentação online que traz conteúdo útil para alguém, ensinando algo.

A prática mais usual é trabalhar com webinars agendados, assim as pessoas interessadas podem criar certa expectativa pelo seu conteúdo, o que te permite também mais tempo para divulgar sua futura ação.

Se você está começando, pode usar ferramentas de webinar gratuitas, como o Google Hangouts ou até mesmo o YouTube.

Distribua um e-Book

Se você pretende posicionar a sua empresa ou marca como especialista em algum assunto ou segmento, o e-book talvez seja uma das melhores opções.

Crie um material relevante para o segmento, ou aposte em guias e tutoriais de “como fazer” que sejam atrativos para o mercado em que você atua.

Disponibilize o e-book gratuitamente em seu site e não esqueça de divulgá-lo em todos os seus canais.

eBook LinkedIn

Gostou das dicas de hoje? Com algumas ações bem planejadas você pode conquistar espaço nesse tão disputado lugar chamado internet. Continue acompanhando meu blog para mais dicas e curiosidades sobre o universo online.

Posicionamento na web: Dicas do que sua empresa NÃO deve fazer

dicas_marketing_digital

Hoje em dia, para que sua empresa possa se manter competitiva no mercado, é fundamental que ela esteja inserida nos meios digitais. Isso vai desde a criação de um site até à presença nas redes sociais e demais canais de contato com o consumidor.

Mas, como todos nós sabemos, o ambiente digital pode ser um tanto desafiador, afinal, existe uma grande exposição a tudo o que você faz, de certo ou errado.

E apenas um deslize que sua empresa venha a cometer na internet pode significar a ruína de toda a reputação que você construiu online.

Por isso, hoje eu quero compartilhar com você algumas dicas do que sua empresa NÃO deve fazer digitalmente, para preservar a marca e percepção dos clientes. Vamos lá?

Confundir lado Profissional com Pessoal

Esse talvez seja o item mais importante da lista, por isso fique atento. Mesmo que o seu lado pessoal fale mais alto em algumas situações, procure uma maneira de não levar isso até a sua marca ou até os seus clientes, pode ser muito mal interpretado, mesmo que você imagine ter a razão.

Em um ambiente tão politizado como o que estamos vivendo, essa situação fica ainda mais evidente. Por isso, não comente nada na sua página com o seu perfil pessoal, evite marcações em fotos e opiniões em temas polêmicos. Lembre-se que sua marca deve atingir todo o potencial consumidor, e ao tender para um lado, você pode perder uma grande parcela de clientes.

Pecar no exagero, para mais ou para menos

Outro grande erro que muitas empresas cometem, principalmente no começo de suas operações digitais, é pecar no exagero. Na empolgação de entusiasmo de iniciar no mundo virtual, é comum que muitos gestores ou marcas queiram estar no maior número possível de canais. Até certo ponto essa estratégia pode ser boa, mas devemos considerar 2 pontos:

Presença demais é incômodo: na ânsia de conquistar autoridade, exagerar no número de publicações pode ter o efeito contrário e afastar o seu público, bem como o tipo de conteúdo, que se for irrelevante de nada adiantará. Por isso, é importante buscar o equilíbrio.

Presença de menos é desinteresse: não adianta sua empresa criar todos os canais possíveis se sua equipe não conseguirá alimentar com certa frequência todos eles. Redes sociais, sites e blogs que não são atualizados passam a impressão de abandono e tiram boa parte da credibilidade da empresa.

Não dar atenção ao Público

Se não alimentar seus canais é um grande erro, não interagir com o seu público é um equívoco ainda maior, por isso vai de encontro com o item acima, onde falamos da criação de canais. Lembre-se que o seu público pode estar em diversos ambientes e poderá falar e interagir com a sua empresa no que ele tiver maior afinidade.

Pode ser um post no Facebook, um tweet, um story no Instagram, um comentário no blog ou até mesmo um formulário no site. Sua marca deve ficar atenta a todos os canais ativos, afinal, interação de cliente tem grandes chances de se transformar em potencial de venda.

Além disso, é interagindo com o público que sua empresa poderá passar maior credibilidade e conquistar novos fãs, desde que haja um planejamento e precisão de linguagem na comunicação.

Não seja Raso!

A mensagem que eu quero passar aqui é para que o conteúdo publicado pela sua empresa ou marca possua certa profundidade e seja realmente útil para alguém. Não adianta ter 5 publicações diárias nas redes sociais se o conteúdo visto lá não vai impactar ninguém de forma positiva.

E aqui não importa a quantidade de posts, é preferível que só haja uma publicação por semana ou a cada 15 dias, desde que esse conteúdo seja bem elaborado e faça a diferença no momento daquele consumidor.

Gostou das minhas dicas? Fique a vontade para deixar seu comentário, propondo novas sugestões. E aproveita para me seguir no Instagram, no @milenamancinimarketing. 😉